• 8 de agosto de 2020

Canal de TV pode ser fechado em Israel por falar de Jesus aos judeus

Em seu site oficial a God TV deixou claro que apesar da resistência encontrada em Israel, não deixará de falar sobre Jesus Cristo no país.

Uma emissora de TV evangélica está enfrentando dificuldades por simplesmente utilizar o seu direito à liberdade religiosa, em Israel. Tendo como principal objetivo anunciar o nome de Jesus Cristo aos judeus, a empresa de comunicação está correndo o risco de ser fechada no país.

Se trata da God TV, que lançou em Israel o canal chamado Shelanu TV. O início da polêmica envolvendo o canal de comunicação foi quando o CEO da rede, Ward Simpson, apareceu em uma propaganda falando sobre o lançamento da nova produção.

Ward Simpson declarou que o objetivo da Shelanu TV é “levar o evangelho de Jesus às casas, vidas e corações do povo judeu”. Isso foi suficiente para chamar atenção da HOT Cable, empresa que assinou o contrato de sete anos com a God TV para transmitir a sua programação em Israel.

Por anunciar o Evangelho de Cristo, a God TV pode ser acusada de violar uma licença de transmissão da Cable, que proíbe o “proselitismo” religioso na empresa.

“Nós nunca faríamos nenhuma dessas coisas. Isso nunca passou pela nossa cabeça”, declarou Ron Cantor, diretor regional de Israel da GOD TV. Ele concedeu uma entrevista para a CBN News, onde falou sobre os objetivos da emissora de forma mais ampla.

“O objetivo da Shelanu TV, que é uma parceria entre a GOD TV e a comunidade messiânica local, incluindo os cristãos árabes locais, é ter uma plataforma para os artistas e comunicadores judeus messiânicos expressarem seu ofício e compartilharem suas histórias de como eles vieram a crer que Yeshua é o Messias judeu”, disse ele.

Judeus messiânicos são os que acreditam em Jesus Cristo como o verdadeiro Messias profetizado pelo Antigo Testamento. Neste caso, Cantor explicou que o canal Shelanu, portanto, visa dar espaço para a própria população.

Em seu site oficial a God TV deixou claro que apesar da resistência encontrada em Israel, não deixará de falar sobre Jesus Cristo no país.

“Por favor, continue conosco em oração para que nossa programação seja eficaz na mudança do estereótipo de Yeshua como inimigo do povo judeu e mostre a eles que Ele pertence a eles e é o Messias deles!”, diz a emissora.

Read Previous

Pelo menos 620 cristãos nigerianos foram mortos em 2020, diz ONG

Read Next

Casal usa fazenda de leite como oportunidade para pregar o Evangelho de Cristo